segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Festa "Quem é essa aí, papai?" abriu o Carnaval na Las Vegas e bombou com a galera curtindo geral! Neste Sábado 06 e Terça 09/02 teremos os maiores bailes liberais do Rio!


Festa "Quem é essa aí, papai?" foi show de bola e abriu as festanças de momo na Las Vegas, que está preparadíssima para os dois grandes bailes que acontecerão no sábado e terça de carnaval.
Mas voltando a festa do sábado passado, recebemos uma galera super especial e animada, casa cheia sim, gente bonita sim, festa bombada sim, mas esse negócio de ficar divulgando números de pessoas não está com nada, até porque ninguém divulga que teve pouca gente, menos de cem pessoas e tal; será que alguém realmente acredita nisso? Mesmo antes da crise ninguém bombava todas as festas, agora então... bom deixa isso pra lá.

O fato real é que fazemos sim festa com mais ou menos gente, mas sempre fazemos festas boas; sim, porque o que importa realmente são as pessoas que as frequentam, e como só aceitamos quem é do meio, podemos garantir que a festa é sempre de qualidade, sem contar com a casa que é maravilhosa, ampla, limpa, confortável e com uma equipe de primeira linha para atender bem aos nossos frequentadores.

Já começou assim, pista e queijo animados sob o comando de deejay Junior Irajá que sacudiu geral tocando um pouco de todos os ritmos, enquanto a galera ia chegando e tomando os espaços da boate, dançando e aproveitando as promoções de bebidas que fazemos todos os sábados para dar aquela moral para a galera.

Como todos já sabem, a casa fica toda liberada para uso desde do momento de sua abertura, com isso, não confinamos ninguém na boate e nem controlamos a hora que podem "brincar"; assim, mesmo todos tem a autonomia e liberdade de circular pelos ambientes e utiliza-los na hora que bem entenderem.

Mesmo assim, muita gente permanece na boate, ou pelo menos após uma volta aqui e ali, voltam para a pista a fim de curtir e assistir aos nossos shows sempre com os melhores profissionais do meio liberal.

Fazemos realmente uma festa, sempre com várias possibilidades à escolha do freguês, sem ficar na mesmisse de dançar na boate e depois correr atrás de um vuco-vuco maneiro.

Procuramos unir o útero ao agradável, ou melhor, o útil ao agradável, oferecendo um ambiente alegre, repleto de atrações de qualidade com música ao vivo, djs e shows de striptease e ambientes íntimos.

O show de abertura do nosso rol de atrações deste sábado ficou ao encargo de Felipe Brandão, que abriu sua apresentação com a dança das bandeiras e depois partiu para a pista interagindo com a mulherada presente.

Nosso stripper chama a atenção por seu físico trabalhado na malhação e por sua maneira peculiar de dançar e sensualizar para a galera feminina, que nem pisca para não perder um só movimento.

Na pista Brandão se dirige à algumas esposas e mulheres, convidando-as para dançar com ele, participando de uma troca de bolinações ali mesmo na frente de todos que os assistem.

As que aceitam o convite, se aproveitam por estarem ali bem pertinho do nosso artista e se deixam levar pelo ritmo da música que toca e pelas investidas sempre sensuais do stripper.

As que por acaso não são chamadas ou mesmo se recusam a participar, acabam por destilar um pouquinho de inveja branca, ao verem toda picardia dedicada as coadjuvantes por parte dele.

A brincadeira dura alguns minutos e várias esposas tem a oportunidade de dividir com ele a atenção dos presentes, assim como nos brindar com posições sensualíssimas e lingeries maravilhosas.

De volta ao palco, Brandão que veio vestido de bombeiro erótico, trata de tirar uma a uma as peças de seu uniforme, ficando então apenas com a bandeira do inicio do show na mãos.

Com ela, nosso stripper testa a paciência da mulherada, que instigadas por ele acabam por pedir para que tire a bandeira e mostre de uma só vez a "mangueira" que usa para apagar o fogo das incautas.

Então, nosso artista acaba cedendo e mostrando sem mais delongas seu instrumento de trabalho completamente rijo e em riste, estando ele totalmente nu, do jeito que veio ao mundo.

A "forra" dos cuecas vem em seguida com a ninfeta mais "totosa" do swing carioca; pequenina, meiga, aparentemente frágil e deliciosamente gostosa aos olhos e aos pensamentos libidinosos que nos fazem viajar.

Bettina Alvarenga, já chega chegando com um super show a lá Fred Grugger com mão de dedos de laminas e tudo mais a que se tem direito; marca sua presença no palco e rapidamente para a pista junto do seu público.

Homens e mulheres presentes se amontoam tomando conta de todos os espaços da boate para ver de pertinho essa delicia com cerca de um metro e meio de altura, curvas acentuadas e a pele tenra da pouca idade.

A brincadeira na pista é quente e animada; homens e mulheres são convidados para participar e colocados numa poltrona na base do palco, para serem sujeitos as mais diversas bolinações.

A galera ao redor assiste tudo com muito interesse e igual desejo de estar a mercê de nossa stripper que encanta a todos por sua simpatia e sensualidade; sem contar com o show apimentado que nos proporciona a todos.

A permissão de tocar e ser tocada é dada no primeiro instante que Bettina estende a mão para o convidado da vez, e nesse clima rola a parceria entre eles sem o menor pudor ou constrangimento.

No palco, nossa pequena stripper se transforma numa grande mulher, que cativa todos os presentes a cada movimento e performance na barra do pole dance.

Ela tira a roupa devagar, com graça e elegância, os movimentos são suaves e sensuais; os olhares da plateia são gulosos e cheios de desejo, as  respirações quase param a medida que o show se desenrola.

Homens e mulheres ficam ali, boquiabertos e imóveis, aguardando ansiosos o momento que nossa artista ficará sem nada, nua, completamente nua, com todas suas partes à mostra e um lindo sorriso nos lábios.

Na sequencia nosso AJ arrebata a todos com sua música animada e contagiante, que coloca toda a galera para dançar e cantar com ele, durante preciosos minutos.

O clima é leve, clima de festa, com a presença daqueles que curtem uma boa música, levada com maestria por todos os ritmos possíveis e passando por diferentes épocas.

A maioria dos presentes permanecem na boate, enquanto alguns poucos partem rumo ao circuito de labirinto e corredores de suítes; a festa acontece em todos os ambientes da casa.

Deejay Junior Irajá reassume o comando da pista e sapeca aquele set de funk que a mulherada curte mesmo dançar e balançar generosamente seus tamborzões para nosso deleite e regalo.

A movimentação entre a boate e os ambientes íntimos da casa aumenta; alguns que se vão, outros que chegam, mas todos se divertindo e curtindo a liberdade de ser liberal podendo assim decidir o que se quer ou não fazer.

Os ambientes ficam concorridos, a boate fica mais rarefeita, o terraço é tomado por fumantes e por aqueles que gostam de uma resenha ao ar livre; e a festa segue seu caminho.

Lindas esposas aproveitam a boate menos movimentada para subir ao palco ao som sensual do hip hop e house; e assim dançarem livremente para seus maridos e quem mais esteja presente.

Momento de extrema sensualidade e realização de uma das mais comuns das fantasias, tanto para elas quanto que para eles, maridos orgulhosos de suas mulheres tão liberadas.

Voyers observam a tudo, a distância para não interferir ou atrapalhar a conquista do momento; alguns parabenizam os maridos enquanto outros tentam junto as suas companheiras a mesma sorte.

A festa segue madrugada a dentro, idas e vindas marcam os frequentadores, gemidos e sussurros são ouvidos ao longe, as vezes um grito mais eloquente nos revela o que acontece por de trás das paredes.

Sorrisos e suores marcam os rostos dos que se despedem na saída, nos revelando toda satisfação e alegria por estarem conosco mais uma vez; relatos eufóricos e confidenciais nos apontam que veio pela primeira vez e que saem igualmente realizados.

mais uma noite de festa que se vai, e mais pessoas que conquistam a realização de suas fantasias mais intimas e secretas, valeu!

Agradecemos a todos que nos prestigiaram, deixando uma chamego para os que além da presença nos permitem fotografar e divulgar suas imagens e seus "nicks" o que sempre facilita a interação e nos ajuda a divulgar a festa.
Foram eles os Casais Beija Flor de Nilópolis, Brilhante, Disney, Iniciantes 33, Extremo Prazer, BB e Eu, Madureira, WC, Cris e Edson, Café com Leite, JFPP, Maduro e Maysa, 100% Love, Estilo, Mozinho, Moderm Times, Negro, Mel, Zerado 2015, Marido e Esposa, Perfumado, Federal, Gil Gil, Pedro e Neila, Sem Nome, ED, Irajá, Re Ruiva, Exclusividade, Presidente, Chocolate Mix, Sexy, Irajá 2, LL, Perfumados e Loirinha Sexy; Os Solteiros(as) Digo Flamenguista, Taradão, CC, Bonito, Sapekinha, Laurinda e Penélope Charmosa.

Beijos ardidos

Olha a Las Vegas aí genteeeeeeeeeee!
Para o carnaval 2016 preparamos dois grandes bailes de puro carnaval com banda ao vivo, shows de stripers temáticos, promoções de bebidas e muita animação.
Clique na aba com o nome das festas no menu acima desta postagem e veja todas as informações, aproveitando para clicar em aplicativo e baixar gratuitamente nosso app que vai colocar nossa festa na palma da sua mão.
Lembrando que transmitimos ao vivo, todos os sábados a partir das 22 horas diretamente da boate a festa mais picante do swing carioca pela rádio Sexo Com Pimenta, parte integrante da comunidade adulta e liberal que mais cresce na net, sem necessidade de ser cadastrado, basta clicar em "Ouvir Agora" no bloco da rádio no alto a direita, acesse:
www.sexocompimenta.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário